Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Alimento de Fé / Alimento de Fé - 10/05/2018 - Amor Relacional

Alimento de Fé - 10/05/2018 - Amor Relacional

“Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele”. João 14:21.

 

Leia João 14: 21 – 26.

 

Quando lemos os evangelhos que descreve o relacionamento do Mestre com os Seus discípulos, percebemos a Sua fidelidade e amor. Isto deve nos inspirar a mantermos para com Ele a nossa lealdade e amor, pois em muitos momentos falhamos de forma miserável. Precisamos renovar a nossa confiança e amor para com o Senhor a cada momento. Para isso não solte das mãos do Mestre da Galileia.

            No Princípio era o verbo... Nossa Meditação não tem como objetivo falar apenas sobre mandamentos, mas do nosso relacionamento com Àquele para quem os mandamentos apontam.

            Jesus é a Palavra de Deus que toma forma e traz sentido ao coração humano. Que sendo um com o Pai revela para nós, Sua essência e intenção de manter com as pessoas um relacionamento, tendo como base o amor.

            Deus não apenas demonstra as qualidades do Filho, como também traz a ideia Ele ser o mediador. Se lermos o texto com muito cuidado, perceberemos que Jesus e o Pai são um. Então todos devemos     unirmo-nos a Ele através da fé, então poderemos ter uma percepção muito maior e melhor das coisas concernentes a vida espiritual. Através da ação do Espírito Santo nos ajudando trilharemos a caminhada do discipulado com mais seriedade e disposição em cumprir a vontade de Deus, movidos por amor.

            Lemos no livro de Hebreus que: “A fé é a firmeza daquilo que se espera a convicção de coisas que não se vê". Jesus fala da Palavra de Deus e dos mandamentos que devemos seguir e obedecer. Podemos ler a Palavra de Deus quando abrimos a Bíblia. Tudo está lá, preto no branco. Nós lemos isso. Mas isso é suficiente? Nós fechamos a Bíblia e depois? Acreditamos no que estamos lendo? Pensamos que Deus sempre nos ama, que Ele está sempre lá, mesmo quando caímos? Se acreditarmos em tudo isso, nosso maior desejo deverá ser viver de acordo com essa crença, construindo um relacionamento vivo com Deus.

            Nós O amamos porque Ele nos amou primeiro.  Quem ama, entra em um relacionamento com Ele. Assim é com Deus. Deus nos amou antes de nascermos. Ele nos ama de eternidade a eternidade. Se quisermos retribuir Seu amor do fundo do nosso coração, então seremos fieis a Ele, ouvindo sua Palavra, guardando Seus mandamentos; porque tudo o que Ele diz é o melhor para nossas vidas. Nosso amor deve ser puro, desinteressado. Muitas vezes vai doer muito porque Deus purificará a forma que nosso amor toma. Quanto mais semelhante nosso amor se torna semelhante ao amor de Deus, mais crescerá em nós o anseio de nos entregar inteiramente a Ele e ao nosso próximo.

 

Oração: Jesus que possamos permanecer apaixonados por Ti, não importando quão grandes sejam os desafios que enfrentamos. Purifique meu coração para que nossas ações possam se tornar sinceras, desinteressadas e não intencionais. Amém.

 

Reverendo Silvio de Oliveira

 

Doutor em Teologia com Especialização em Filosofia Clínica