Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Alimento de Fé / Alimento de Fé - 11/05/2018 - Retorno

Alimento de Fé - 11/05/2018 - Retorno

“Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu”. João 14:28.

 

Leia João 14: 27 – 31.

 

Este é a última parte do discurso de despedida de Jesus aos Seus discípulos. A hora de ir estava chegando. Cremos, porém que há outros destinatários para estas Palavras de Jesus. São para todos os cristãos, cuja fé deve ser aprofundada e desenvolvida, para que eles continuem crendo, mesmo quando não “sentem” a presença de Jesus. Que entendam que Àquele que disse que iria é o mesmo que retornou em Espírito e Verdade, para nos ajudar em nossa caminhada e continuar revelando o amor do Pai aos nossos corações.

Jesus precisava ir até o final de Seu compromisso, a morte e morte de cruz. Muitos cristãos não consegue ler todo o texto do evangelho, pois fazem leitura seletiva. O mesmo Jesus que disse que iria, anuncia que não estaremos sozinhos, Ele enviaria o Espírito Santo, que tem como finalidade primeira nos guiar a toda Verdade, a Verdade que é Cristo. Então a certeza de que podemos deixar de ter o coração atribulado e mantermos a paz e crer no retorno de Jesus é algo real e não uma ilusão. Isto produz esperança ao coração dos discípulos de ontem e de todos os tempos.

Todos ansiamos pela paz, mas até que ponto sentimos que a paz está longe de nós? Para muitos Jesus às vezes parece estar em um lugar distante, e por isso aparece a “saudade”. Precisamos da Paz que gera cura e afasta as falsas percepções.

Ele não deixará os nossos corações desanimados e perturbados. Essa paz, a paz de Cristo, é seu presente na Sua presença, Seu legado para nós. Deus nos deu Jesus como Sua paz. Ele está sempre entre nós, os que cremos, podemos descobri-lo, segui-lo, independente dos momentos e dos sentimentos que muitas vezes procuram gerar duvidas em nossos corações.

 

Oração: Jesus queremos estar contigo, sentar-se aos Seus pés, ouvi-lo. Que Suas palavras ilumine nossas vidas, dissipando todo o receio, aqueça nosso coração e sacie o nosso desejo pela Tua Paz. Amém.

 

Reverendo Silvio de Oliveira

 

Doutor em Teologia com Especialização em Filosofia Clínica