Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Alimento de Fé / Alimento de Fé - 11/06/2018 - Duro é este Discurso

Alimento de Fé - 11/06/2018 - Duro é este Discurso

“Muitos seguidores de Jesus ouviram isso e reclamaram: — O que ele ensina é muito difícil! Quem pode aceitar esses ensinamentos?”. João 6: 60.

 

Leia João 6: 60 – 69.

 

 

                Muitas vezes por não querermos fazer alguma coisa, arrumamos desculpas. Temos aqui o caso das pessoas que não conseguem entender ou perceber que as Palavras de Jesus são exigentes demais, querem apenas os milagres, mas não o Senhor dos milagres. Percebam que não eram pessoas da multidão, que talvez por descuido pararam para ouvir os ensinamentos do Mestre, João descreve que eram discípulos, pessoas que já tinham uma caminhada com Jesus.

                Dentro duma perspectiva humana cremos que Jesus deve ter ficado entristecido com está atitude, porém não surpreso. Aqui não aprece o nome destes discípulos o que nos leva a pensar que muitos de nós podemos nos encaixar nesta história. Gostamos de ir à Igreja, rever os irmãos, cantar, participar de almoços comunitários, mas quando somos desafiados a sermos e fazermos discípulos, viver em santidade, perdoar, o discurso parece indigesto para nosso paladar, acostumado mais com as futilidades da vida do que compromissados com Cristo. E como eles quantas maravilhas nós temos experimentado? Quantos sermões já escutamos? Mas, quantos de nós temos a ousadia de seguirmos a Jesus, e deixar se caso for necessário pai e mão por amor a Ele.

                Queremos ser perdoados, porém relutamos com o purificador de nossas almas, Cristo, que foi até a cruz e derramou Seu sangue para nos purificar.

                Neste momento vemos Jesus apenas observar, enquanto seus seguidores o deixam. Ele não os chama de volta. Ele não tenta explicar suas palavras, nem tentar suavizar as exigências da cruz. Ele não quis fazer um discipulado “light, nem soft”, e na cruz não teria velcro para prender as mãos e os pés, eram pregos grandes e a dor seria real.  Ele permitiu que àquele grupo saísse. Então se volta para os outros e pergunta: "Vocês também querem ir embora?"

                Será que em nossa caminhada pensamos em deixar Jesus. Suas Palavras tem se tornado pesadas demais, é muita exigência? Ou temos chegado à conclusão como Pedro, que percebe que não existirá fora de Cristo nenhuma coisa que possibilitará que ele tenha uma vida real e significativa. Não cremos que Pedro entendeu completamente as Palavras do Mestre, mas um certeza ele possuía, não podia se distanciar de Jesus. Mesmo não entendo ele expressa seu amor para com o Senhor. Aqui a fé supera a lógica, pois a nossa mente somente chega a certo ponto, depois devemos seguir o caminho sobremodo excelente que é a fé, esperança e o maior de todos o amor.   

                Esteja consciente, somente Jesus tem Palavras que produz e sustenta a vida real e plena em nossos corações. Ele é luz da nossa vida, par onde iremos nós, a não ser continuar a caminhar em Sua presença. N’Ele temos plena paz e perdão.

 

Oração: Senhor queremos continuar a acreditar em Ti, mesmo que muitos desistam nos ajude a permanecermos na fé. Queremos confiar e buscar Sua ajuda em tudo o que fizermos. Sabemos que Suas Palavra por mais duras que seja, todas elas visam o nosso crescer, para que cheguemos a “estatura de varão perfeito”, Jesus Cristo. Amém.