Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Alimento de Fé / Alimento de Fé - 14/05/2018 - Odiados pelo Mundo

Alimento de Fé - 14/05/2018 - Odiados pelo Mundo

“Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim". João 15:18.

 

Leia João 15: 18 – 21.

 Qual o relacionamento mais importante na nossa vida? No início de Seus ensinamentos, Jesus fala sobe o nosso relacionamento com Ele. Ele nos escolheu, nós pertencemos a Ele. Este deve ser o relacionamento mais importante e intenso em nossas vidas. Nada é mais importante do que estar em Sua presença, ligado a Ele, da mesma forma que os ramos estão ligados a videira. Assim, podemos dar frutos como cristãos e prosseguir mesmo diante dos rancores e ódios deste mundo, que se opõe diretamente a uma vida de amor.

            Assim como o amor a questão de fé não é algo privado, precisamos uns dos outros para sermos fortes. Como cristãos caminhamos juntos em Amor é Fé. Comunitariamente como corpo de Cristo somos mais fortes e podemos expressar com mais vigor o amor, mesmo diante das pressões egoísticas deste sistema que jaz no maligno.

            Como cristãos devemos nos importar uns com os outros e nos renovarmos diariamente com o amor de Deus. Os que agem e querem viver de forma individualista, dificilmente pode defender-se contra o ódio deste mundo. Somente onde mostramos realmente esse amor será possível suportar a rejeição do mundo do qual Jesus fala.

            É preciso compreender está profunda mensagem de Cristo. "Ódio" na verdade significa "perseguir com ódio". Assim como Saulo costumava perseguir os discípulos para matá-los, os cristãos são perseguidos hoje e mortos por sua fé.

Aquele que caminha com Cristo vive em liberdade por conhecer a Verdade. O mundo não quer ser confrontado com a Verdade porque é desconfortável ou exige sacrifício, um golpe à vida egoísta daqueles que são amantes de si mesmos. 

Não devemos nos desesperar quando nos deparamos com rejeição ou ódio, porque então saberemos com certeza: nós vivemos neste mundo, mas não somos deste mundo, pois nós pertencemos ao Pai, que está no céu, que nos ama, e para o qual estamos autorizados a voltar. Essa compreensão deve ser um grande conforto para nós.

            Devemos ser gratos a Cristo por conhecê-lo, sermos Seus discípulos. Dizer o quanto é bom podermos desfrutar de Sua presença, ouvi-Lo, sendo fortalecidos e motivados a continuar a compartilhar a mensagem deste amor, mesmo neste mundo trevoso. Que possamos repartir com as outras pessoas o quanto nossa Fé N’Ele nos preenche e nos cura.

 

Oração: Jesus estamos em Tua presença para aprender com o seu amor. Que Seu amor seja o nosso mais alto padrão de vida. Preencha-nos, para que sejamos um canal do Seu amor. Fortalecendo-nos a enfrentar o ódio deste mundo através do Teu amor que é derramado em nosso corações, através do Espírito Santo. Amém.

 

Reverendo Silvio de Oliveira

 

Doutor em Teologia com Especialização em Filosofia Clínica