Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Alimento de Fé / Alimento de Fé - 17/05/2018 - Jesus

Alimento de Fé - 17/05/2018 - Jesus

“Eu e o Pai somos um". João 10:30.

 

Leia João 10: 22 – 30.

 

 

            Neste texto lemos que Jesus caminha pelo Pórtico de Salomão. Este Pórtico era um hall de entrada que fica no lado sul do templo. Provavelmente neste momento Jesus estaria sentindo frio, pois era inverno nesta época. Com esta simples reflexão queremos dizer sobre a humanidade de Jesus. Jesus Cristo sente frio como nós. Não somente o frio, o Mestre sente as “temperaturas” das relações humanas. O frio que é causado pela dureza dos corações que se fecham em suas próprias opiniões.

            Apesar da frieza que Jesus estava sentindo, Ele não deixa de demonstrar o calor de Seu amor para com àqueles que não tinham nenhuma consideração por Ele.

            Os Judeus o cercam e o questiona: “Os judeus reuniram-se ao redor dele e perguntaram: "Até quando nos deixará em suspense? Se é você o Cristo, diga-nos abertamente". João 10:24

            Jesus estava sendo assediado por todos os lados. Eles certamente, queriam uma resposta clara a respeito deste assunto. Na verdade, seria muito simples, mas também está claro para Jesus que o povo judeu está esperando um Messias diferente do que Ele é.

            Eles estão procurando alguém para libertá-los dos romanos e trazê-los de volta aos dias de glória do rei Davi e Salomão. "O meu reino não é deste mundo" (Jo 18: 36).

Através de parábolas e muitas palavras, Jesus tenta explicar ao seu povo quem Ele é e por que ele veio. "Mesmo antes de Abraão, eu sou!" (João 8:58)

Jesus não pode expressar-se de forma mais clara a fim de testificar que Ele próprio é Deus, que veio em forma humana para nos redimir. "Eu sou o bom pastor ..." (Jo 10: 11). Contudo, Jesus não desiste e explica aos judeus: "Eu e o Pai somos um". Isso significa: Eu sou o Seu Deus e quero enxugar cada lágrima do seu rosto e amá-los para sempre. "Lhes darei a Vida Eterna".

            “Eu lhes dou a vida eterna, e elas jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão”. João 10:28. Que declaração maravilhosa e profunda! Quando nós entregamos inteiramente tudo o que temos e somos nas mãos do Mestre, permaneceremos seguros em Suas fortes mãos. Ele nos defenderá de todo o mal, segurará de maneira firme se algo quiser nos separar D’Ele, sustentará as nossas vidas se viermos a cair. Resumindo, nada pode nos separar realmente deste amor que está em Cristo Jesus. Por sermos compreendidos por Cristo, passamos a compreendermos a nós mesmos e aos outros.

           

Oração: Senhor que possamos reconhecer Sua presença em todos os momentos. Que nossos sentimentos, pensamentos sejam voltados inteiramente para Ti. Amém.