Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Alimento de Fé / ALIMENTO DA FÉ - 26/04/2018 - ONDE ENCONTRO UMA SAÍDA?

ALIMENTO DA FÉ - 26/04/2018 - ONDE ENCONTRO UMA SAÍDA?

Alguém já disse: “Eu prefiro a morte, em vez desta situação! Sabe por quê? Porque não vejo nenhuma saída! Eu estou perdido!” Há situações na vida que nos levam ao desânimo, pois parece que estamos num beco sem saída lutando sozinhos! Constantemente pensamos que Deus nos abandonou!

 

Dize aos filhos de Israel que marchem. Êxodo 14:15

 

Há situações na vida que são terríveis. Eu estava lendo um livro, que falava de um homem acusado de um crime que não cometeu no século 19. Ele fora escolhido para tomar sobre si a culpa, para que um outro homem influente do povoado ficasse imune. O juiz lhe dizia que se confessasse culpado e lhe assegurava, que sua esposa e seus três filhos seriam amparados pela comunidade, mas ele segurava sua Bíblia com muita força junto ao peito e jurava sua inocência!

O juiz simulou um julgamento justo, fazendo ao final uma proposta ao acusado: “Vou escrever em um papel a palavra ‘inocente’ e num outro a palavra ‘culpado’. Você sorteia um dos papéis e aquele que pegar será o seu veredicto.” Sem que o acusado percebesse, o juiz escreveu nos dois papéis a palavra “culpado”, de maneira que, naquele instante, não existisse nenhuma chance de o acusado se livrar da forca.

Não havia saída! Não havia alternativas para o pobre homem! O juiz colocou os dois papéis sobre uma mesa e mandou o acusado escolher um. O homem pediu ao juiz alguns segundos para orar, pois havia percebido a armadilha. Ele orou bem baixinho: “Senhor, Tu és o Deus da vida e da morte. Eu terei que morrer por um crime que não cometi? O que será da minha família? Se o Senhor quiser levar minha vida por meio de ato da injustiça humana, eu aceito! Mas, se ainda tens uma saída... o que eu faço Senhor?”

            Então Deus lhe disse: “Pegue um papel e coma!” Ele rapidamente pegou um dos papéis e logo o colocou na boca e engoliu! O juiz lhe perguntou: “Mas o que você fez? E agora? Como vamos saber qual é o seu veredicto?” Respondeu o acusado: “É muito fácil, basta olhar o papel que sobrou e saberemos que acabei engolindo o seu contrário.” Não havia mais condições de condenar aquele homem e ele foi libertado!

 

Por mais difícil que seja uma situação, nunca deixemos de acreditar no amor de Deus, pois se Ele quiser, nos mostrará uma saída diante de qualquer situação!

 Oração: Senhor obrigado pelo Teu amor e cuidado por todos nós, mesmo quando duvidamos. Amém.