Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / NO CENÁCULO / NO CENÁCULO - 23/12/2017 - PARA QUEM IREMOS?

NO CENÁCULO - 23/12/2017 - PARA QUEM IREMOS?

Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna. João 6: 68.

 

Leia João 6: 66 – 69.   

 

O nascimento de Jesus lembra-nos do amor de Deus que caminha conosco e nos convida a rever nosso presente e nosso futuro. Estamos no fechamento de mais um ano, e é tempo de rever nossas decisões e os caminhos a seguir.

A atmosfera natalina é um momento ímpar que constantemente tenho como ocasião oportuna para rever se Cristo tem nascido ou morrido em minhas escolhas. Penso que a pergunta de Pedro envolve muito da memória do Natal. O texto do Evangelho de João, em todo o sexto capítulo, apresenta uma tensão diante da decisão dos discípulos a respeito de continuar seguindo ou não o Mestre. Jesus os desafia a fazer uma escolha pelo seguimento e o serviço às pessoas. Jesus não esconde o amor de Deus pelas pessoas que sofriam e eram excluídas do convívio social naquele momento histórico. A misericórdia de Deus por aquelas pessoas era a base do seguimento dos discípulos. Por isso, responder à pergunta “para quem iremos” envolve a radicalidade de nossas escolhas. Ele também nos amou, olhou para a nossa miséria e nasceu em nossas jornadas. São nessas vivências que encontramos pessoas que, com suas atitudes, respondem ao sentido de encarnar as palavras de vida eterna: o amor solidário. Nesse testemunho, lembramos que éramos refugiados, e ele nos hospedou em sua manjedoura da paz. Não é esse um dos sentidos do Natal?

 

Oração: Senhor, tu és nosso refúgio e nossa libertação. Faze com que essa alegria não fique somente conosco, mas se espalhe por meio de nossos gestos, como semente de esperança e de paz. Em nome de Jesus. Amém.

 

Pensamento para o dia

 

Caminhar juntos nos faz mais humanos.

 

Oremos pelos refugiados. Blanches de Paula – São Bernardo do Campo – SP.